Blog Destaque Mensagens

Santificado seja o Teu Nome

5 de January 2024

Santificado seja o Teu Nome

O termo grego “hagios” significa “santificar”, e é definido como a “separação para a posse e uso exclusivo de Deus”.

Aqueles que o Altíssimo escolheu foram chamados à santidade, ou seja, a se guardarem de todo tipo de corrupção e inclinação pecaminosa.

Apenas aqueles que se conservam puros e obedientes à Palavra mantêm sua identidade espiritual unida ao Senhor Jesus, por isso podem ser habitados por Seu Espírito Santo e usados por Ele em Seus propósitos.

Santificar o Nome de Deus é muito mais do que não usar Seu Nome em vão.

Santificar Seu Nome é respeitá-Lo, considerá-Lo, falar constantemente com Ele e agradecer por tudo, em qualquer circunstância.

Santificar Seu Nome é não murmurar quando algo ruim acontece ou quando as coisas não saem como esperávamos.

Na prática, santificar Seu Nome é obedecer a Deus, com confiança e alegria, sabendo que Ele fará a Sua parte e Sua vontade, que é soberana e prevalecerá.

Está escrito e profetizado que Deus não quer habitar em templos construídos por mãos humanas. Veja o que está escrito em Atos 7:48: “Mas o Altíssimo não habita em templos feitos por mãos de homens…”.
Então, em qual templo Ele deseja habitar? Em nosso coração.

Deus considera nossa mente, nossa alma e nosso corpo como Seu templo. Por esse motivo, Ele espera que nosso ser seja usado para santificar Seu nome, por meio da meditação e oração.

O Senhor Jesus ficou indignado ao ver que as pessoas não santificavam Seu nome, pois viam da seguinte maneira:

  • As pessoas como humanos, não como almas.
  • Os animais como alimento, não como criaturas que O louvam.
  • A natureza como fonte de riqueza, não como Sua majestade.
  • O universo como um lugar desconhecido, inabitável, não como Sua grandeza infinita.
  • Os dízimos como 10% de seu ganho, não como fidelidade.
  • As ofertas como dinheiro, não como expressão de gratidão.
  • Os sacrifícios como bens materiais, não como expressão de confiança.

Em vez disso, nosso Pai vê assim, por isso espera que Seus filhos também o façam.

Assim como os sacerdotes tinham que se santificar para carregar a Arca da Aliança, em serviço a Deus, aqueles que hoje desejam carregar a presença do Altíssimo dentro de si, ou seja, aqueles que querem atrair a presença do Todo-Poderoso para suas vidas, devem se santificar, santificando Seu Nome.

O Senhor é Santo, por isso, para manter nossa comunhão com Ele, devemos renunciar a tudo o que desagrada a Deus.

Quando perdoamos, oramos, dizimamos, jejuamos, ofertamos, louvamos, sacrificamos, evangelizamos e resistimos às tentações, estamos santificando Seu nome em nossas vidas.

Muitos religiosos transformaram o templo (suas vidas, a casa de Deus) em uma “cova de ladrões”, permitindo a entrada de coisas ruins em seus pensamentos e tendo tanto maus sentimentos quanto más atitudes.

Não esqueça que hoje esta casa é nosso corpo, ou seja, nossa mente, nosso coração, nossos ouvidos, nossos olhos, nossa boca, nossas mãos e nossos pés. Qual ladrão está roubando ou ocupando essa casa?

Quando Jesus veio ao mundo, honrou o Pai que está no Céu, serviu-O e foi um exemplo a seguir, mostrando-nos como cada um de nós, como filhos, deve honrar o Pai. Dessa forma, ouviremos DEle o mesmo que Jesus ouviu, quando disse: “Este é o Meu Filho amado em quem Me comprazo”, Mateus 3:17.

Como filhos, temos duas opções:
– Honrar o Pai, santificando Seu nome e fazendo o que Lhe agrada;
– Ou desonrá-Lo, fazendo o que Lhe desagrada.

Deus já nos deu tudo, a única coisa que Ele nos pede é o primeiro lugar em nossas vidas. Por isso, devemos honrar a Deus em primeiro lugar em nossas vidas e Ele nos honrará com Seus 7 poderes.

Quem decide quem estará em primeiro lugar em nossa mente, nosso coração e em nossa alma somos nós.

A Bíblia diz que tudo pertence ao Senhor, porque Ele é o Criador, mas sobre uma única coisa Ele não tem poder: sobre a alma. Em outras palavras, cada pessoa decide a quem entregará sua alma.

Que o poder do Pai Nosso se apodere de você durante estas 7 primeiras semanas do ano.

Nos vemos na IURD ou nas Nuvens!
Bispo Júlio Freitas

previous post

5 de janeiro

next post

6 de janeiro