Blog Destaque Mensagens

Os primeiros frutos – as primícias do ano novo no cesto

6 de January 2024

Os primeiros frutos – as primícias do ano novo no cesto

“E irás ao sacerdote, que houver naqueles dias, e dir-lhe-ás: Hoje declaro perante o Senhor teu Deus que entrei na terra que o Senhor jurou a nossos pais dar-nos.” Deuteronômio 26:3

Para Deus e Seus anjos, apenas entramos na Terra Prometida quando entregamos o dízimo daquilo que o Senhor nos confiou e abençoou. Observe estas palavras: ” Hoje declaro perante o Senhor teu Deus que entrei na terra…”

“E o sacerdote tomará o cesto da tua mão, e o porá diante do Altar do Senhor teu Deus.” Deuteronômio 26:4

Note que essa cerimônia, sem palavras, era um sinal de que as primícias não pertenciam à pessoa nem ao sacerdote, mas sim ao Senhor.

“E eis que agora eu trouxe as primícias dos frutos da terra que Tu, ó Senhor, me deste. Então as porás perante o Senhor teu Deus, e te inclinarás perante o Senhor teu Deus,” Deuteronômio 26:10

A verdadeira adoração a Deus é a fidelidade a Ele. Essa adoração é sem palavras, mas com atitudes que provam quem, de fato e verdade, é nosso Senhor.

Por outro lado, os religiosos se enganam porque pensam que a adoração a Deus é feita através de cânticos e palavras vãs, vazias e sem obras, características de uma fé morta.

“E te alegrarás por todo o bem que o Senhor teu Deus te tem dado a ti e à tua casa, tu e o levita, e o estrangeiro que está no meio de ti.” Deuteronômio 26:11

Aqueles que honram e servem ao Deus Vivo têm motivos de sobra para se alegrar, porque todos os bens do Senhor são evidentes em sua vida e na de sua família.

Nos vemos na IURD ou nas Nuvens!
Bispo Júlio Freitas

previous post

6 de janeiro

next post

7 de janeiro