Blog Destaque Mensagens

9ª Enfermidade da Fé: Popularidade

23 de October 2023

9ª Enfermidade da Fé: Popularidade

Muitos dos que foram vítimas desta doença não se davam conta do seu perigo, pois isso é algo muito comum em nossa sociedade, desde os anos 90. Deixe-me explicar que as pessoas que buscam popularidade estão literalmente colocando em risco sua alma, sua fé, sua salvação.

Aqueles que buscam popularidade estão muito preocupados em ter a aprovação e a atenção de outras pessoas, seja na igreja, nas redes sociais, na mídia, no trabalho … e a lista continua. Lembre-se de que esta enfermidade faz a pessoa querer buscar fama entre a maioria das pessoas.

Mesmo na época do Senhor Jesus, entre os apóstolos (Marcos 9:33-36) e na Igreja Primitiva (Filipenses 2:3) isso já acontecia, e continua em nossos dias, mas as pessoas ignoram. Porém, você como um cristão sincero, que realmente quer agradar a Deus, deve ter em mente o perigo que significa essa enfermidade chamada popularidade.

Desde o momento em que uma pessoa busca popularidade, ela é exposta a dois perigos: ódio e ganância.

Na Igreja Universal, nunca buscamos popularidade, mas mesmo em nosso ambiente, houve aqueles que procuraram popularidade, serem vistos e aprovados, aceitos e amados por todos. Jesus era carismático, Ele chamou a atenção das pessoas porque era Misericordioso, Justo, Gentil, era e é Perfeito como nenhum outro ser humano foi ou será, mas Ele não buscou popularidade, mas sim os sinceros que aceitavam a Verdade para que fossem perdoados e salvos.

Um exemplo negativo de alguém que confiou na popularidade e se autodestruiu foi Saul, o primeiro rei de Israel. Começou muito bem, sendo humilde, sem popularidade, mas se desenvolveu e obteve vitórias, conquistas, foi feito rei e, quando entrou em Jerusalém depois de ter vencido uma grande batalha (porque Davi, usado por Deus, havia derrotado um gigante, e a todo exército filisteu), em vez de dar glória a Deus, Saul queria que o povo o reconhecesse. E quando o povo cantava: “Saul matou mil e Davi dez mil”, o seu ego sentiu que era injusto, sentiu-se inferior, desprezado.

Saul já estava mal espiritualmente, tanto que Deus procurou Davi para ocupar o seu lugar ainda quando ele era adolescente, pois Davi não buscava popularidade, mas sim a aprovação, a atenção e a amizade do Senhor. Saul havia sido contaminado por essa enfermidade chamada popularidade, quando ficou famoso, isso encheu seu coração e ele queria que as pessoas atribuíssem as vitórias a ele, quando na verdade havia sido o próprio Deus. Saul começou a roubar a Glória de Deus para si mesmo.

Muitos que já estiveram no Altar e que não estão mais na Obra de Deus foram contaminados pelas bactérias desta enfermidade chamada popularidade. A Igreja tem uma mídia forte, tome cuidado se você aparecer em um programa de televisão, rádio ou no jornal e isso o tornar popular na Igreja do seu bairro, cidade ou província, não se contamine com esta enfermidade, sempre atribua a Deus toda honra e toda glória, porque se você aceitar essa bactéria, ela irá te contaminar e te matar como aconteceu com Saul.

Qual foi o fim de Saul? Quem o matou? Foi ele mesmo! Ele condenou sua alma ao inferno com o suicídio, pois mesmo sabendo que o que iria fazer era pecado, ele foi tão egoísta, orgulhoso e covarde que preferiu se matar!

Cuidado porque fazemos parte de uma geração em que a mídia populariza pessoas anônimas, e isso enche o ego e adoece a muitos. Esse é um alerta importante para você que faz parte de um Grupo de Igreja, que está sempre aparecendo em trabalhos sociais, eventos, reuniões…

João Batista foi tentado a ser contaminado por essa maldita enfermidade, foram até ele e lhe disseram que Jesus estava batizando mais gente do que ele, e João disse: “Louvado seja Deus! Quem sou eu para competir com o meu Senhor, com o Salvador? Eu sempre disse que não sou digno nem de desatar as tiras das sandálias dEle, e você vem com esse espírito de popularidade me dizer que devo ser mais popular que Ele?”, e está escrito assim em João 3:29:

“O que tem a noiva é o Noivo; o amigo do noivo que está presente e O ouve muito se regozija por causa da Voz do Noivo. Pois esta alegria já se cumpriu em mim.” João 3:29

Ou seja, “os seguidores são de Jesus, o Noivo, eu trabalho para Ele, para preparar o Seu caminho, e a minha alegria é ter escutado mais a Sua Voz do que a voz dos outros”. A alegria do servo de Deus é ouvir a Voz do seu Senhor e servi-Lo como Ele diz, e não buscar popularidade. João agarrou aquele espírito pelo pescoço, apertou-o e disse-lhe que a noiva não era dele, mas sim do Noivo, e não se deixou enganar por Satanás.

João era parente de Jesus, era filho de Isabel, prima de Maria, mas nunca se aproveitou disso, chamava-O de ‘Senhor’, assim como Maria, que também O chamava de ‘Senhor’ e só se considerava um instrumento para que Ele viesse a este mundo. O Espírito Santo atua na mente das pessoas humildes e que não se deixam contaminar por essa enfermidade chamada popularidade.

Cuidado com a popularidade, tenha muito cuidado, pois os demônios só precisam que você os deixe contaminar sua fé com popularidade para depois te matar. Não esqueçamos como e de onde Deus nos tirou, como chegamos e como estamos. Uma coisa é aparecer na mídia para divulgar a Obra de Deus, Sua Palavra, Seus Atos, Sua Vontade… e outra é aparecer para alimentar o ego.

Para muitas pessoas a popularidade é algo tão importante que se alguém fala mal delas nas redes sociais já querem se matar, não comem nem dormem, ficam deprimidas, ficam na defensiva, desacreditadas, agressivas. Por outro lado, quando a pessoa não busca popularidade, isso não lhe importa, porque ela só busca ouvir uma única Voz, que é a do Noivo com Quem está casada, e não permite que ninguém a contamine com esse espírito de popularidade – as luzes do mundo.

Cuidado, essa enfermidade já matou muitos que estavam até no Altar, todo cuidado é pouco!

Nos veremos na IURD ou nas Nuvens
Bispo Júlio Freitas

#AvivamientoUniversalAmericaDelSur
#Eia!!!

LEIA TAMBÉM:
– 1ª Enfermidade da Fé: Ansiedade 
– 2ª Enfermidade da Fé: Indefinição
– 3ª Enfermidade da Fé: Maus olhos
– 4ª Enfermidade da Fé: Acomodação
– 5ª Enfermidade da Fé: Inveja
– 6ª Enfermidade da Fé: Inclinações 
– 7ª Enfermidade da Fé: Ser demasiadamente justo
– 8ª Enfermidade da Fé: Egoísmo
– 9ª Enfermidade da Fé: Popularidade
– 10ª Enfermidade da Fé: Discórdia
– 11ª Enfermidade da Fé: Ingratidão
– 12ª Enfermidade da Fé: Insegurança
– 13ª Enfermidade da Fé: Fofoca
– 14ª Enfermidade da Fé: Desonrar a própria palavra
– 15ª Enfermidade da Fé: Desesperança

previous post

23 de outubro

next post

24 de outubro