Blog Destaque Mensagens

13ª Enfermidade da Fé: Fofoca

22 de November 2023

13ª Enfermidade da Fé: Fofoca

Hoje quero falar sobre essa doença que muitos desconhecem e que Deus condena, chamada FOFOCA. A pessoa fofoqueira corre um grande risco, porque a fofoca é condenada por Deus.

A definição de FOFOCA é: fazer comentários ou divulgar notícias não verificadas, geralmente de caráter negativo, que circulam entre as pessoas.

Do Antigo ao Novo Testamento, Deus condena a fofoca e até mesmo diz que não devemos nos intrometer nos assuntos alheios, na vida das pessoas, fazendo fofocas e comentários.

Por várias razões, uma delas é porque não conhecemos os detalhes da situação de cada pessoa, às vezes, no trabalho, dentro da igreja ou até mesmo no próprio lar. O fofoqueiro se coloca no lugar de quem julga, e Deus não dá a ninguém o direito de julgar e condenar. Não conhecemos os detalhes e tampouco conhecemos a pessoa intimamente, emocionalmente, espiritualmente como Ele a conhece. Por isso, para que não sejamos condenados por cometer injustiças com alguém, Ele não nos dá o direito de fazer fofocas nem de julgar ninguém.

Inclusive, Ele mesmo disse que quando formos julgar alguma causa, deveríamos levar junto com o acusado pelo menos duas testemunhas para confirmar o que foi dito e que não haja injustiça.

Veja o que está escrito no capítulo 19, versículo 16 do livro de Levítico:

“Não andarás como mexeriqueiro entre o teu povo…”

A origem da palavra caluniador vem de fofoqueiro, todo fofoqueiro se torna caluniador. Ele é aquele que diz algo com segurança, como se fosse verdadeiro, correto, como se estivesse presente, quando na realidade não estava, apenas ouviu de outros e repetiu. Há algo que o faz sentir-se no direito de caluniar, de dizer algo que não é verdade, ou de contar meias verdades sobre alguém. Deus chama essas pessoas de caluniadoras, fofoqueiras.

“… não te porás contra o sangue do teu próximo…”

O fofoqueiro está agindo contra a vida de alguém; cuidado, porque está envolvendo a vida de alguém, e toda vida é importante para Deus.

“Eu sou o Senhor.”

“Se você é Meu servo, não faça fofoca de ninguém, Eu sei de tudo, não se deixe usar pelo mal e coloque a vida do seu próximo em perigo por causa da fofoca”.

Os fofoqueiros sempre existirão. Se existem na igreja, imagine fora dela! Não podemos tapar a boca das pessoas nem cortar suas línguas, mas podemos fechar a nossa.

Se você não conhece detalhes sobre a situação de alguém na Obra de Deus, em sua própria família, em sua empresa, em seu trabalho, não faça comentários; se você não sabe, não é para que saiba, é assim tão simples!

Minha mãe, que foi mãe e pai para mim, me ensinou muitas coisas quando eu era criança, e entre elas essa: “Júlio, quando falo algo com seu irmão, com sua irmã, com seu professor ou com alguém e não te conto, é porque você não precisa saber, então não seja fofoqueiro e não tente descobrir, não é para que saiba, é para o seu próprio bem”.

Os pais de hoje têm que ensinar isso às crianças e aos adolescentes, porque hoje temos o celular e o “professor bobo” chamado Google, que nos ajuda em muitas coisas, mas nos prejudica em muitas outras, porque despertou no ser humano desta geração o desejo de saber tudo.

Se você não conhece os detalhes, se não testemunhou, se não foi informado, não procure saber, não faça comentários, porque isso desagrada ao Senhor e você perde com Deus. Há quem queira ser o “sabe-tudo”, que as pessoas o vejam como o que sabe tudo sobre a vida de todos, o que sabe quem é quem… cuidado, porque por esse desejo de saber muito, você se torna uma “Marta”, a quem Jesus chamou a atenção porque se preocupava com muitas coisas, enquanto apenas uma era necessária e era a que sua irmã havia escolhido: ouvir, entender, praticar e transmitir a Palavra, em vez de transmitir seu ponto de vista, sua visão crítica ou o erro do outro. Cuidado, porque você também pode errar, e até pior do que o outro. Concorda ou não?

Essa doença está na língua, mas antes de chegar à língua está na mente, pensando, deduzindo… Veja o que está escrito em Provérbios 16:28.

“O homem perverso espalha contendas, e o difamador separa os maiores amigos.”

O fofoqueiro separa até os melhores amigos, fala com um, fala com o outro, e aqueles que eram melhores amigos se tornam inimigos. Quem causa divisão? Onde começou a divisão? Lá no Céu, Satanás se rebelou contra Deus, ele é o pai da separação, da divisão, ele sabe que enfraquece ao dividir. Até mesmo Jesus falou que os demônios trabalham juntos, mas para nos dividir, para nos separar de Deus e uns dos outros. Você começa a julgar, deduzir coisas, imaginar, sentir coisas, e quem perde é você!

E no versículo 19 do capítulo 20 de Provérbios diz:

“O mexeriqueiro revela o segredo…”

Quem anda murmurando revela sentimentos íntimos e até faz comentários como se sentisse dono da verdade, conhecedor de tudo, ou diz: “eu passei por muitas coisas, então posso dizer…”. Cuidado!

“…portanto, não te metas com quem muito abre os lábios.”

No faça parceria, não comungue, não tenha intimidade. Se alguém começar a fazer um comentário sobre alguém ou algo sem fundamentos, sem conhecimento de causa, afaste-se e diga: “vamos parar essa conversa porque a pessoa não está presente”, e vá embora. Ocupe-se com suas muitas responsabilidades, como guardar sua fé, sua alma, seus olhos, porque se seus olhos forem bons, todo o seu corpo estará cheio de luz, mas se forem maus, todo o seu corpo estará cheio de escuridão (Mateus 6:22-23).

Nós já sofremos muitas traições e decepções, pessoas que escolhemos olhar com bons olhos e não aceitamos fofocas, ignoramos as fofocas, e fomos apunhalados, mas não fomos destruídos, eles é que sofreram as consequências. Deus nos guardou porque, mesmo sendo vítimas de uma traição, guardamos nossos olhos e protegemos nossa alma. No momento, a decepção, a traição, dói, mas permanecemos fortes, firmes, de cabeça erguida, em paz. Isso é o que você precisa aprender.

Os fofoqueiros sempre existirão, sempre farão parte da sociedade em todas as classes sociais, mas eu não preciso ser fofoqueiro nem fofocar sobre ninguém ou nada. O homem e a mulher de Deus não fazem fofocas, mas falam apenas o que é verdade.

Nos veremos na IURD ou nas Nuvens
Bispo Júlio Freitas

#AvivamientoUniversalAmericaDelSur
#Eia!!!

LEIA TAMBÉM:
– 1ª Enfermidade da Fé: Ansiedade 

– 2ª Enfermidade da Fé: Indefinição
– 3ª Enfermidade da Fé: Maus olhos
– 4ª Enfermidade da Fé: Acomodação
– 5ª Enfermidade da Fé: Inveja
– 6ª Enfermidade da Fé: Inclinações 
– 7ª Enfermidade da Fé: Ser demasiadamente justo
– 8ª Enfermidade da Fé: Egoísmo
– 9ª Enfermidade da Fé: Popularidade
– 10ª Enfermidade da Fé: Discórdia
– 11ª Enfermidade da Fé: Ingratidão
– 12ª Enfermidade da Fé: Insegurança
– 13ª Enfermidade da Fé: Fofoca
– 14ª Enfermidade da Fé: Desonrar a própria palavra
– 15ª Enfermidade da Fé: Desesperança