Bispos e pastores Destaque

O privilégio de ser um Pregador da Palavra

17 de January 2024

O privilégio de ser um Pregador da Palavra

“Palavras do pregador, filho de Davi, rei em Jerusalém.” Eclesiastes 1:1

Vemos no início do livro de Eclesiastes a apresentação do seu autor, Salomão, já idoso, se apresenta com títulos que receberá em seu reinado.

– FILHO DE DAVI: Era um dos títulos mais usado pelas pessoas ao descrever Salomão, pois ele teve a responsabilidade de herdar o trono de seu pai Davi e continuar o reinado.

– REI EM JERUSALÉM: Assim chamavam os estrangeiros e povos inimigos de Israel, reconhecendo Salomão como o rei. Ele recebeu esse título também por causa da construção do Templo em Jerusalém.

– PREGADOR: Um título que Salomão carregava e que poucos conhecem, porém, este era o mais importante de todos para ele, já que ao se descrever no início do livro de Eclesiastes, o título de pregador é o primeiro mencionado.

Este simples detalhe nos leva ao entendimento de que, embora existam muitos títulos, cargos e trabalhos realizados em todo o mundo, o título de PREGADOR DA PALAVRA é o maior em toda a terra.

O ser humano que recebe este honroso título foi escolhido pelo próprio Deus.
Afinal, o que é maior e mais glorioso do que ser Pregador da Palavra?
Qual profissão neste mundo pode gerar resultados eternos?

Salomão, com toda sabedoria, reconheceu que os títulos que carregava não eram nada comparados à grandiosidade de ser um PREGADOR.

Contudo, quantos pregadores trocam o privilégio de Servir e anunciar a Palavra de Deus por títulos provisórios?

Quantos trocam um trabalho estritamente espiritual e eterno por algo superficial e passageiro?

E assim abandonam o ganho de almas para poder ganhar dinheiro, fama e poder neste mundo.

“Eu, o pregador, fui rei sobre Israel em Jerusalém.” Eclesiastes 1:12

Salomão refere a si mesmo como sendo rei no passado, embora nunca tenha sido destituído, e morreu sendo rei em Jerusalém. Mas, neste texto, ele mostra o quão grandioso é ter o título de PREGADOR (SERVO DE DEUS), mostrando que mesmo se perdesse o reino de Israel, o título de Pregador não poderia ser perdido.

Pastores, Obreiros, Servos de Deus veja o privilégio que o Senhor nos concede de carregarmos O Seu Santo Espírito e poder ser um PREGADOR DA PALAVRA!

Não despreze isso, pois são poucos os que são escolhidos para exercer esta função tão honrosa e sublime diante de Deus.

Pr. Igor Cestari – Goiás, Brasil

previous post

17 de janeiro

next post

18 de janeiro