O Bispo Responde Vídeos

Tenho muitas brigas em casa, o que fazer?

12 de Setembro 2015

Anterior

12 setembro

Seguinte

13 setembro


One comment
  1. cicera

    Bom dia,Sr.Bispo Júlio muito forte tudo que o senhor disse,confundir o amor com paixao causa em um relacionamento grandes frustaçoes e muitas brigas, pois o amor de verdade pois dificil que seja as dificuldades do dia a dia supera td. Eu já vivi uma situação muito parecida e quero dizer que mesmo dentro da igreja eu e meu esposo tinhamos brigas horrorosas,mas nunca nos preoculpavamos em ter um acompanhamento como o referiu,somente depois que comecei o acompanhamento é que fui perceber que a primeira transformaçao teria que acontecer em mim,eu precisava ser moldada e transformada ,foi muito dificil aceitar que eu causava muitas brigas que aconteciam entre nos,isso nao fazia do marido inocente mas me fez entender que minhas atitudes fariam de mim uma pessoa melhor comigo mesma e isso tb afetava minha comunhao com Deus,fiz exatamente o que o senhor disse parei de olhar para os defeitos do meu marido,e comecei a procurar em mim os meus,a primeira coisa foi que percebi que eu queria que ele fosse da minha maneira,eu queria ele do meu jeito,bem trabalhar isso em mim não foi e nem tem sido facil,porem logo as brigas ja começaram a diminuir,a 6 meses fazemos o acompanhamento,e eu comcei sozinha mas logo a seguir ele foi tb,hoje posso dizer que estamos nos conhecendo e nos conquistando dia apos dia,prendi a investir em mim a sacrificar meu eu e minhas vontades para ser primeiro melhor para Deus e isso refletiu na minha vida sentimental,pois se tenho e se sou para Deus o que Deus me pede para ser,com certeza serei para meu esposo e ele pra mim aquilo que esperamos um do outro. aprendi a gostar de mim e deixei de ficar me acusando dos meus erros do passado,me perdoei eperdoei meu esposo tb,comecei td novo,claro nao acerto em tudo e como disse ainda somos acompanhados,mas pra mim tudo mudou em mim e na minha vida. obrigada Bispo por nos orientar e aos nossos pastores .

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.