Mensagens

Quem pode sobreviver?

7 de Abril 2012

Quem pode sobreviver?

Durante uma era glaciar, muito remota, quando o Globo terrestre esteve coberto por densas camadas de gelo, muitos animais não resistiram ao frio intenso e morreram indefesos, por não se adaptarem às condições do clima hostil.

Foi, então, que uma grande manada de porcos-espinhos, numa tentativa de se proteger e sobreviver, começou a unir-se, a juntar-se mais e mais. Assim, cada um podia sentir o calor do corpo do outro.

E, todos juntos, bem unidos, agasalhavam-se mutuamente, aqueciam-se, enfrentando por mais tempo aquele inverno tenebroso. Porém, vida ingrata, os espinhos de cada um começaram a ferir os companheiros mais próximos, justamente aqueles que lhes forneciam mais calor, aquele calor vital, numa questão de vida ou morte.

Então, eles resolveram afastar-se, feridos, magoados, sofridos. Dispersaram por não suportarem por mais tempo os espinhos dos seus semelhantes. Doíam muito… Mas essa não foi a melhor solução: afastados, separados, logo começaram a morrer congelados.

Os que não morreram, voltaram a aproximar-se, pouco a pouco, com jeito, com precauções, de tal forma que, unidos, cada qual conservava uma certa distância do outro, mínima, mas suficiente para conviver sem ferir, para sobreviver sem magoar, sem causar danos recíprocos.

Assim, aprendendo a amar, resistiram a longa era glaciar. Sobreviveram!

Quanto mais nos ocupamos da felicidade dos outros, maior passa a ser o nosso senso de bem-estar.

Cultivar um sentimento de proximidade e calor humano compassivo pelo outro, automaticamente, coloca a nossa mente num estado de paz.

Isto ajuda a remover quaisquer medos, preocupações ou inseguranças que possamos ter e dá-nos muita força para lutar contra qualquer obstáculo que venhamos a encontrar. Esta é a causa mais poderosa do sucesso na vida.

Espero ter colaborado em algo, Bjf


21 comments
  1. Gina Coelho . Almada

    Boa tarde Sr.Bp. é dando que se recebe e quanto mais damos mais recebemos, quando cuido de alguém esquecendo-me de mim dos meus problemas, Deus cuida de mim. O egoísmo a avareza não nos leva a lado nenhum, o Senhor Jesus foi o primeiro a dar o exemplo, Ele deu sua vida, verteu todo o seu sangue, até sair agua, por todos nós. Deus abençõe.

  2. Taty Schneider

    Boa noite! Isso é fato, necessitamos verdadeiramente aprender á conviver com os espinhos alheios e amar ao próximo como Jesus nos ensinou, mesmo que os espinhos venham ferir a nossa carne. Deus abençoe mais e mais!

  3. Sonia Candelaria

    Boa Noite! Bispo Julio! É verdade, podemos ver muito esta cena a qual o senhor nos fala dos animais irracionais, porém hoje vivemos esta rotina em nossas famílias, ambientes de trabalho e também na casa de Deus, pessoas egoísta frias, doentes (espiritualmente falando). Qualquer dificuldade ou palavras que não lhe agrada migram para outras igrejas; quando família se afastam. Este é o maior sinal de que a pessoa não está bem com Deus. Temos que todos os dias buscarmos a viver pela fé, cada vez mais. Obrigada.

  4. Janaina

    Temos que aprender a suportar para sermos abençoados... Deus abençõe.

  5. monica cruces

    sr obispo: es bueno recalcar que vivimos en un mundo egoista y frivolo, de ahy es que tenemos que cambiar nuestra manera de pensar y actuar, comenzando con pequeñas actitudes dia a dia lograremos reflejar a nuestro SEÑOR JESUCRISTO

  6. eurenice magalhães

    Quem pode sobreviver? Aquele disposto a aprender trabalhar em equipe, em grupo. Nesse mundo globalizado, quem não tiver essa consciencia, não vai sobreviver.

  7. Elizabete Gouveia - Almada - Portugal

    Olá Sr.Bispo, é verdade o que o senhor diz...não há maior prazer do que ajudar o próximo...dar aquilo que eu recebi... sem esperar receber nada em troca...quando decido cuidar dessas pessoas e ir ao encontro das suas necessidades, com o meu testemunho eu sei que posso fazer a diferença na vida delas...por isso não posso hesitar...e quanto mais eu ajudo, mais vou querer ajudar e a recompensa de ver essas pessoas felizes...sobreviverem como eu sobrevivi...não tem preço...

  8. Patricia Lins (Casa Amarela Recife - Pe

    Uma boa pergunta! mais a resposta e simples; a prender a conviver com as diferenças não e facil mas, necesaria para a nossa sobrevivençia neste planeta que precisamos uns dos outros e que a convivencia e vital para nos. até com os espinhos e machucados adiquirimos maturidade e esperiencia de vida para nos mesmos e para os demais. MUITO MIM TOCOU ESTE TEMA APRENDI BASTANTE.

  9. Adriana Nascimento de Barros

    quanto mais fazemos alguém feliz nós sentiremos bem, isso ajuda a vencermos os nossos espinhos. que Deus o abençõe

  10. Patrícia SP

    Olá Bispo, realmente é verdade, isso acontece com os seres humanos que são levados pelo sentimento e por qualquer coisinha se entristece e fica magoado. Não é fácil viver em sociedade e temos que estar preparados para li dar com pessoas difíceis.

  11. Eduardo/Boquim/Se

    Esta escrito que mais feliz e dar do que receber.Eu nao perco nenhum oportunidade de falar e sobretudo mostrar que Jesus vive.

  12. Rosana Santos

    SR.BP.Júlio foi isso que senti ontem no Evento seu Espirito sua Vida, quando eu ajudava aquelas pessoas sofridas, qdo subia e decia varias vezes aquelas escadas, sempre a apoiar alguem que não era capaz de decer sozinha... Mais sentia força pra subir e decer. E uma alegria dentro de mim que só confirmava que dar é mto mais prazero do que receber. Na verdade quem quer receber deve dar 1º de si mesma.

  13. Adriana

    Olá, Bispo essa mensagem tem tudo haver com a nossa vida, pois não podemos nos afastar das pessoas que não professam a mesma fé que nossa, mesmo que elas nos machuquem com palavras, devemos ser cuidadosas e sábias para nos aproximar-mos delas.

  14. vanusa prudente-goiania

    O grande problema é esse mesmo...as pessoas nao se preocupam com o próximo e Deus permite situaçoes aparentemente ruins acontecerem para que possamos entender o que Ele considera seu primeiro e mais importante mandamento que é amar o seu próximo como a ti mesmo.Amar é diferente de ser sentimental com o próximo.O sentimento faz o homem sentir pena,dó ,mas isso nao faz o problema do seu próximo e nem de ninguem ser resolvido.O amor nao...ele as vezes é duro,realista,mas ele não provém da mentira....ele se coloca realmente no lugar do outro e dá a vida por ele se for preciso!

  15. jacqueline fort / ce

    ola. bispo na vida temos que sacrificar ate na convivencia, para temos ambiente amistoso e com alegria e paz juntos dos amigos, e familiares lembrando sempre que cada ser humano tem pontos positivos e pontos negativos. mas tevemos sempre resaltar pontos positivos e olhando sempre frente com Jesus Cristo lembrando que Ele paciente e misericodioso cada um nos para que assim venhemos convivenmos e sermos salvo ate nosso fim de vida aqui na terra .Que DEus abençoe seu ministerio hoje e sempre com sua familia;

  16. graciela

    el señor Jesus nos dejo un claro ejemplo de dar a los demas lo mejor el entrego su propia vida seria bueno que aprendamos y veamos de las dificultades y la transformemos en oportunidades. Dios lo bendiga!

  17. maria ribeiro

    BISPO E VERDADE QUANDO EU VOU EVANGELIZAR OU CONVERSO COM ALGUEM QUE ESTA A PASSAR MOMENTOS DIFICEIS EU ME SINTO TAO FELIZ E MAIS PERTO DE DEUS.REALMENTE ESSA HISTORIA E UMA INSPIRACAO.

  18. Bom dia Bispo, É verdade quando investimos no bem-estar do próximo, afastamos a mente do nosso umbigo e desenvolvemos um sentido comunitário que premite uma evolução e prosperidade da espécie humana. Infelizmente o ser humano só se lembra de desenvolver este sentido comunitário e solidário quando está em situações caóticas e de crise, o que faz com que perca tempo valioso a encontrar as soluções para os problemas da sua espécie. Se o investimento (sacrificio) fizer parte da sua forma de viver, então os problemas deixarão de ser obstáculos e passam sim a ser oportunidades para os individuos e espécie se aprefeiçoarem e vencerem as dificuldades. Que Deus Abençoe LM

  19. João Marques (Portugal)

    Sem palavras. Muito bom bispo Julio. A palavra que o bispo deu no pavilhão Atlantico (Mateus 27) também foi muito boa.

  20. JANETE ALMEIDA

    Quem pode Sobreviver? Boa Tarde Bp. Nesta mensagem, deixou-me bem claro, que qualquer situação que queiramos superar, deve haver DOR, essa dor significa o nosso sacrifício. E também percebo que, temos que redimir-nos, colocando paz em nosso coração, para termos clareza em nossa ação. Moldarmo-nos, para criarmos situações de ajuste nesta mesma ação, é fundamental

  21. Veridiana - SP

    Bom Dia, Bispo Julio! Com certeza o senhor ajudou bastante, tem muita gente que tem grandes problemas de convivência por não entender ao próximo, distorce tudo o que é feito, falado. São pessoas muitos sentimentais que acham que tudo o que é feito é para lhe afetar. Temos que estar na fé, para que as bobagens do dia a dia não nos machuquem e nos afastem da presença de Deus!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.