Mensagens

Que semelhança você tem? Parte II

16 de Novembro 2012

Que semelhança você tem? Parte II

“Ao cabo de dias trouxe Caim do fruto da terra uma oferta ao Senhor. Abel também trouxe dos primogénitos das suas ovelhas, e da sua gordura. (Ambos tiveram a oportunidade de dar um SINAL para Deus e de ser à imagem e à semelhança do Criador) Ora, atentou o Senhor para Abel e para a sua oferta, mas para Caim e para a sua oferta não atentou.”

Por que motivo Deus não atentou para a oferta de Caim? Justamente porque nela não havia sangue-sinal-sacrifício, havia, sim, um desprezo-resistência-rejeição por parte dele.

“Pelo que irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o semblante.” Geralmente, quem não dá um sinal para Deus fica irado-frustrado e acaba por desanimar, por não ver a realização.

“Então, o Senhor perguntou a Caim: Por que te iraste? e por que está descaído o teu semblante? Porventura se procederes bem, não se há de levantar o teu semblante? e se não procederes bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo; mas sobre ele tu deves dominar.” A decisão de proceder bem ou mal é individual, Abel procedeu bem e sacrificou, chamando a atenção do Criador, dando o seu sinal para Deus. Já Caim procedeu mal, pois resistiu ao sacrifício, levando consigo a MARCA da REJEIÇÃO e MALDIÇÃO.

“Falou Caim com o seu irmão Abel. E, estando eles no campo, Caim levantou-se contra o seu irmão Abel, e o matou. Perguntou, pois, o Senhor a Caim: Onde está Abel, teu irmão? Respondeu ele: Não sei; sou eu o guarda do meu irmão? E disse Deus: Que fizeste? A voz do sangue de teu irmão está clamando a mim desde a terra.” Quando não se sacrifica, mata-se os sonhos, objetivos, realizações, tudo aquilo que estava preparado por Deus para o homem e passa-se a ter a semelhança do diabo, que se tornou o pai de Caim, que, por sua vez, passou a ser semelhante ao diabo.

“Agora, maldito és tu desde a terra, que abriu a sua boca para da tua mão receber o sangue de teu irmão. Quando lavrares a terra, não te dará mais a sua força; fugitivo e vagabundo serás na terra. Então, disse Caim ao Senhor: É maior a minha punição do que a que eu possa suportar. Eis que hoje me lanças da face da terra; também da tua presença ficarei escondido; serei fugitivo e vagabundo na terra; e qualquer que me encontrar matar-me-á.” O reconhecimento só é válido quando se toma uma atitude contrária ao erro, à falha. Ele teria que pagar pelo que fez pois, o que aqui plantamos, aqui colheremos, de bom ou de mau. Hoje, as pessoas até reconhecem que cometem erros graves e até mesmo gravíssimos, que entristecem a Deus, muitas chegam a chorar, porém, não mostram nenhuma atitude no sentido de mudar.

“O Senhor, porém, lhe disse: Portanto quem matar a Caim, sete vezes sobre ele cairá a vingança. E pôs o Senhor um sinal em Caim, para que não o ferisse quem quer que o encontrasse.” A vida que ele passou a viver era tão maldita, fruto da sua rejeição, que a própria morte teria sido melhor, já que ele só existia e não vivia. E assim tem sido a vida de muitos hoje, apenas existem, mas não vivem nem desfrutam da Salvação, do novo nascimento, das realizações, das conquistas, etc. Contudo, a decisão é sempre pessoal!

“Um crê que de tudo se pode comer, e outro, que é fraco, come só legumes.” (Romanos 14.02)

Caim decidiu ser fraco e apresentar legumes para DEUS, já os da FÉ apresentam o seu sangue, e clamam e têm a sua vida realizada!

Te vejo na IURD, ou nas Nuvens!

Anterior

15denovembro

Seguinte

16denovembro


5 comments
  1. Junior - Pombal

    Boa noite bispo, Abel derramou o sangue do sacrifício oferecendo as primícias do rebanho e Caim lavrador não deu o sinal do sacrifício que é o sangue. Muitos podem dizer que ele era lavrador e que não podia derramar o sangue no altar como sinal do sacrifício verdadeiro, mas eu digo que sim!!! Hoje temos as máquinas para ara a terra, colher e etc... Na quela época a terra era arada com força animal(boi ou touro) e era isso que o Criador queria de Caim como fez com Gideão pois aquele animal era o sustento daquela casa como era o sustento de Caim. Creio eu, se estiver errado bispo me corrija por favor. O sangue é vida e sinal do verdadeiro sacrifício, e quando o Criador nos pede o sacrifício(sangue), não só o sacrificio económico mas toda nossa vida para Ele. Isso prova que todos nos temos sempre algo que sacrificar para o Criador, Ele nos chama para sacrificar e também pede aquilo que Ele quer, para tirarmos a nossa confiança disto que Ele pede para confiarmos na força do Seu poder para termos a imagem e semelhança D'ele aqui na terra com uma vida totalmente transformada. Desculpe meu longo comentário. Obrigado.

  2. Zelia silva

    Eu aprendi que o sacrificio é muito mais importante que qualquer coisa, e que nós devemos dar sempre o nosso melhor para Deus, para que ele se agrade dos nossos sacrificios. aprendi também que se nós nao queremos colher maldiçao, entao temos que plantar coisas boas, ou seja, verdadeiro sacrificio.

  3. Micaela Pietro

    Boa tarde Bispo, estas palavras complementaram o pouco que eu já sabia a cerca do sacrifício, sei que para alcançarmos os nossos objetivos é necessário sacrificar. Agora aprendi que o sacrifício não pode ser feito só por fazer, e não pode ser qualquer coisa, tem que ser algo que realmente custa. Aprendi também que quando fazemos qualquer coisa como sacrifício, estamos a matar os nossos sonhos.

  4. Genine Ruivo

    Abel e Caim, quem decidimos ser? Abel, deu o seu melhor, as primícias de tudo e Deus se agradou. Caím, deu qualquer coisa e claro que Deus não se agrada daquele que Lhe dá qualquer coisa. Para Deus, é a vida, é o sangue, o sacrifício. Pois foi o que Deus fez ao dar o Seu Filho por todos nós. E quando damos qualquer coisa, ignoramos tudo aquilo que Deus fez e faz por nós. Caím foi egoísta ao ponto de achar que teria a mesma recompensa que teve o seu irmão. É impossível agradar a Deus, sem sacrifício. Somente o sacrifício é que chega a Deus e faz o impossível se tornar possível. E o sacrificar, depende de cada um de nós. A própria Salvação é um sacrifício, uma renuncia ao nosso eu. Estes posts, têm sido extremamente necessários e úteis para fazermos uma análise diária da nossa vida. Se existimos ou se vivemos uma vida frutífera, proveniente da obediência a Deus.

  5. Marisa-Carnaxide

    Bom dia Bispo! Esta mensagem é bastante útil para o meu desenvolvimento espriritual , pois estou a resnascer, e de certa forma o que acontece muitas vezes infelizmente nos dias de hoje é que a pessoa se até hoje não consegue realizar os seus objetivos é porque algo está mal, é porque em vez de darem o seu tudo, procupam-se mais com as circunstâncias, e é claro que não conseguem investir na sua força ao máximo e possivelmente ficam desanimados. Sacrificar por sacrificar é uma obra morta, porque o sacrifício exige dor e confiança total no Autor da vida, teremos que crêr no Senhor e a nós próprios porque quem faz a sua parte sem dúvida alguma Deus faz a sua também, cedo ou mais tarde fará sempre a sua parte. Pois ele é fiel e justo, é assim que cada um tem que ser fiel e justo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.