Mensagens

Olhe os meus braços

5 de Fevereiro 2011

Olhe os meus braços

Há alguns anos, num dia quente de Verão, um menino decidiu ir nadar no lago que havia atrás da sua casa.
Na pressa de mergulhar na água fresca, foi a correr, deixando para trás os sapatos, as meias e a camisa. Voou para a água, sem perceber que enquanto nadava para o meio do lago, um jacaré estava a deixar a margem e a entrar na água.

A sua mãe, em casa, olhava pela janela, enquanto os dois estavam cada vez mais perto um do outro. Com medo absoluto, correu para o lago, a gritar para o seu filho o mais alto que conseguia. Ao ouvir a sua voz, o pequeno alarmou-se, deu a volta e começou a nadar, indo ao encontro da sua mãe. Mas era tarde. Assim que a alcançou, o jacaré também o alcançou. A mãe agarrou o seu menino pelos braços, enquanto o jacaré agarrou os seus pés. Começou um cabo-de-guerra incrível, entre os dois.

O jacaré era muito mais forte do que a mãe, mas a mãe era demasiado apaixonada para deixá-lo ir. Um dono de uma quinta, que passava por perto, ouviu os gritos, pegou numa arma e disparou sobre o jacaré.
De forma impressionante, após semanas e semanas no hospital, o pequeno sobreviveu. Os seus pés, extremamente massacrados pelo ataque do animal, e, nos seus braços, os riscos profundos onde as unhas da sua mãe estiveram cravadas no esforço sobre o filho que ela amava. Um repórter de jornal que entrevistou o menino após o trauma, perguntou-lhe se podia mostrar as suas cicatrizes. O menino levantou os seus pés. E então, com óbvio orgulho, disse ao repórter: “Mas olhe em meus braços. Eu tenho grandes cicatrizes nos meus braços também. Eu tenho-as porque minha mãe não me deixou ir.

Nós podemo-nos identificar com este pequeno menino.
Nós também temos muitas cicatrizes. Não causadas por um jacaré ou qualquer coisa assim tão dramática. Mas as cicatrizes de um passado doloroso.
Algumas dessas cicatrizes são feias e causam-nos profunda dor. Mas, algumas feridas, são porque DEUS se recusou a deixar-nos ir. E enquanto nos esforçávamos, Ele segurava-nos. Se hoje o momento é difícil, talvez o que está a causar-lhe dor seja Deus a cravar-lhe as suas unhas para não o deixar ir.
Lembre-se do jacaré e muito mais daquele que, mesmo no meio de tantas lutas, nunca o abandonará.
Deus, certamente, vai fazer o que for necessário para não o perder, ainda que, para isso, seja preciso deixar-lhe cicatrizes.

Lembre-se sempre que você é especial para Deus!

Espero ter colaborado em algo, Bjf


22 comments
  1. luciano

    realmente, é tudo o que precisava ler(ouvir), nessa tarde de muitas lutas na minha vida, onde eu vivo me degladiando contra a minha carne e contra esse mundo terrivel, cheio de armadilhas, DEUS tem-me segurado muitas vezes eu creio. ELE é maravilhoso e FIEL. amém!! obrigado por estas palavras.

  2. jacqueline

    Bp essas palavras foram ao encontro da minha necessidade.

  3. Débora Batista Assunção

    Bom Dia Bispo, A verdade é que Deus sempre luta com o mal pelas nossas vidas e as vezes as marcas e cicatrizes que ficam conosco é a forma que Deus encontra de nós manter com ele e nós arrancar dos braços do mal. Muito Forte... Deus abençoe o sr.

  4. RUI

    Bispo, a bem da verdade é que não há verdadeira liberdade sem que num passado longínquo ou recente tenhamos passado por situações de captura e quando falo em captura falo em sentimentos ou pensamentos, situações quotidianas como dívidas, doenças, problemas familiares, enfim situações que nos atacam numa base diária e "felizmente" temos presente o único que pode nos salvar destas situações, Deus! O curioso desta história para mim foi a satisfação do menino quando afirma orgulhosamente e evidencia o facto das cicatrizes que a mãe lhe havia feito em virtude de o querer salvar, para ele não eram as cicatrizes causadas pelo animal que eram importantes e sim o esforço que a mãe fez para o salvar, mesmo tendo-o magoado... Isto nos ensina que muitas das vezes perante os ataques nos magoamos e feridas são criadas em nós, mas a dor não é tão importante quando sabemos quem nos pode socorrer, porque se sabemos que Ele não desiste de nós e que só quer ver em nós o melhor,sejamos francos quem mais nos poderia socorrer? Acho que todos nós sabemos a resposta a essa pergunta mas vou colocá-la por escrito: NINGUÉM!!!!!!!

  5. Cidália

    Obrigado pelo post! Nem precisa dizer mais nada! Um óptimo dia de trabalho, Cidália

  6. Lorena Rosa

    O senhor colaborou sim bispo bastante,eu estive assim como esse menino nesse "cabo-de-guerra" a quase um ano atrás;estava afastada a bastante tempo e foi graças ao amor do meu Deus,a misericórdia Dele e a ajuda recebida,eu voltei para o meu Pai e para a obra Dele,obrigado por de serta forma ser o "dono da quinta".

  7. marcelo

    É VERDADE BISPO MELHOR TER AS CICATRIZES DE DEUS DO QUE PERDE TOTALMENTE Á VIDA COMO MUITOS ,MAS SÃO COM ÉLAS QUE APRENDEMOS A DAR VALOR Á VIDA . OBRIGADO PELA MSG.

  8. Edilane

    Concerteza o SR colaborou em muita coisa, o que eu estou vivendo tem tudo a ver com essa história.....

  9. Maria F

    Aunque muchos dicen que las cicatrices son feas, a mi siempre me han gustado porque todas tienen su historia y las mejores,como usted siempre bien dice son las que nos quedan en esta guerra al lado de Dios.En la fe;MF.

  10. Luciana Mendes - Baixa da Banheira

    Nada acontece por acaso. Por vezes não vemos perigo algum, mas Deus conhece todas as coisas,dai que nem tudo o que queremos e que aos nossos olhos é bom, Deus nos concede. É como sr. escreveu "lembre-se sempre que você é especial para Deus". Doi? Logo passa. Na fé.

  11. PBA

    Infelizmente nossa falta de atenção por vezes nos leva ao encontro do perigo e Deus "não tem outra opção" senão agarrarnos pelas mãos, o que deixa por vezes marcas profundas. Cumprimentos

  12. Saint Juste

    Amen nous sommes la prunelle de ses yeux. De nos brisures s' écoule une huile de bénédiction pour bénir et partager avec ceux qui souffrent dans le nom de Jésus. Gloire à Jésus cicatrisé pour nous et à Dieu qui SAIT tout, voit tout, entend tout...

  13. Junior Figueiredo

    Boa noite, Realmente, quando as cicatrizes de Cristo estão na nossa vida (resgate), todas as outras outrora fixadas sejam no corpo ou na alma, tornam-se insignificantes e são apagadas. Um abraço.

  14. Aline

    Literalmente, salvou a minha alma. Muito obrigada pela sua vida, bispo. Era tudo o que eu precisava ouvir!!! Muito Obrigada Jesus!!! Obrigada pelos arranhões que o Senhor está deixando em mim!

  15. Raquel Macedo de Souza

    Nossa Bispo é com lágrimas nos olhos que eu agradeço À Deus,por Ele ter usado este post para falar comigo,era o que eu NECESSITAVA saber,muito obrigado! E tenho certeza que muitas marcas são profundas,mas o melhor são de Deus! DEUS ABENÇÕE O SENHOR E SUA ESPOSA VIRTUOSA!

  16. Renata Martins

    Muito bacana Bispo! Mais do que nunca vemos o amor do Senhor Jesus por nos, por mais feridas doloridas que as vezes temos vemos um amor e um cuidado permanente connosco os seus filhos. E quando temos Ele no controle da nossa vida, sabemos que por mais que possa doer Ele SEMPRE fará o MELHOR para nos. Deus o abençoe!

  17. Aline

    Olá Bispo, Essa história foi muito útil para mim. Deus o abençõe grandemente.

  18. Luis Matos

    Muito bom! É assim realmente que Deus faz. Ele não nos larga, mesmo que não queiramos nada com Ele. É hora de reconhecermos que sem Ele não temos vida. Luis Matos, Estoril

  19. Gina Coelho-C.A.E. Cova Piedade

    Boa tarde sr.Bp. Eu dou graças a Deus pelas minhas cicatrizes, foram elas que me fizeram ter um encontro com Deus, foram elas que me ensinaram a viver pela fé,quando tudo está bem o ser humano nem lembra que Deus existe. Então Ele permite muitas vezes a dor, é a forma que Deus tem para nos dizer "Ei! estou aqui, vem a Mim posso mudar tudo na tua vida!". Para mim são cicatrizes santas. Deus abençoe grandememte

  20. Flávia camilla

    Nossa que forte esta mensagem.Nossa vida com Deus é um constante sacrificio mais tudo vale apena,pois com Deus só temos a ganhar!

  21. Veronica Copa

    Muy Fuerte Sr. Obispo y muchas gracias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.