Mensagens

O Dízimo começa por ser cada um de nós…

31 de Maio 2015

O Dízimo começa por ser cada um de nós…

Houve uma pessoa que atingiu este patamar. Mas, o que foi preciso fazer? Na verdade, mais do que fazer, ELE TEVE QUE SER…

Abraão era o próprio Dízimo. Mas, de onde vem esta afirmação? Ela, na verdade, é fruto de uma comparação. Pois, o que é, na verdade, o Dízimo?
Para a grande maioria, a entrega do montante do Dízimo é tudo o que ele representa, quando, na realidade, este ato é a última coisa, pois, o que realmente importa é a nossa fidelidade a Deus!

Tal como acontece num casal, o que faz o casamento permanecer é a fidelidade! E isto não só se aplica às relações sentimentais que mantemos, como existem outros exemplos que podemos ressaltar, tais como:

  • Quando podemos mentir e dizemos a verdade;
  • Quando podemos guardar mágoa e perdoamos;
  • Quando poderíamos pagar o mal com o mal, porém, pagamos com o bem;
  • Quando temos a possibilidade de falar mal de alguém que nos fez mal, mas fazemos o oposto…

Em todas estas situações ESTAMOS A SER FIÉIS, ESTAMOS A SER O DÍZIMO! E isto acontece quando a nossa própria vida reflete a prática dos princípios divinos.

Em Abraão, toda e qualquer atitude ou característica revelava que ele era fiel, mas existe um episódio que retrata bem o seu carácter de dependente de Deus, de correção e fidelidade, acima de tudo.

O seu sobrinho Ló tinha sido levado cativo de Sodoma, cidade onde habitava. Abraão partiu com 318 homens, venceu os inimigos e regressou com Ló e tudo o que lhe pertencia, são e salvo.

Entretanto, o rei de Sodoma pediu que Abraão lhe devolvesse as pessoas e ficasse com os bens, o espólio de guerra, mas, Abraão respondeu:

“Levanto a mão ao SENHOR, o Deus Altíssimo, o que possui os céus e a terra, e juro que nada tomarei de tudo o que te pertence, nem um fio, nem uma correia de sandália.” (Gn 14.24)

Abraão poderia ter tirado todos os bens materiais dos Reis que venceu, mas ele não o quis fazer, pois Abraão era o próprio Dízimo, estando a sua vida, presente, passada ou futura, inteiramente nas Mãos de Deus!

Deus é contigo, e eu também!

Bjf

Anterior

31 maio

Seguinte

01 junho


4 comments
  1. Marissa Ontiveros

    Yo siempre escuche decir de los Pastores lo cuán importante es el ser y no el hacer, con esté post reafirmo que es más importante ser el diezmo que dar el diezmo, podemos ver las cosas de Dios con más Santidad y Pureza.

  2. Gonçalo Roma - Cascais

    Boa noite Sr. Bispo. Infelizmente até hoje, são muitos os que ainda não entendem o que é ser Dizimista, pensam que é somente dar a décima parte de tudo o que vem nas suas mãos, mas o quão enganados estão. Ser Dizimista é algo santo, é algo que nos faz justos diante de Deus, não é por outra razão que Deus, em toda a Sua Palavra, só nos diz para O provar-mos nos dízimos. ser Dizimista é primeiramente ser fiel à Palavra de Deus, assim como Abraão foi, colocar Deus sempre em primeiro lugar em todas as nossas atitudes e só por fim para materializar-mos essa nossa Fé de fieis Dizimistas é que separamos a décima parte de tudo o que vem nas nossas mão e o devolvemos a Deus. Que Deus o abençoe e muito obrigado por me fazer reflectir em algo tão impotante.

  3. Paulo Cabral-São Carlos

    Boa noite Abraão andava em todos os caminhos do Senhor, o mais importante para Abraão era agradar a Deus a prova disso é que Abraão rejeitou levar algum bem material dos Reis que venceu só para agradar a Deus, isto é o comprimento da fidelidade que Abraão tinha da fidelidade que Abraão tinha com Deus, Abraão deixou o exmplo aos seu filhos dele, esta fidelidade é andar nos seus caminhos viver em comunhão com Deus, sempre que Deus chamar o seu ou sua serva/o responder "Eis me aqui " esta fidelidade faz do servo ou a serva a própria bênção.

  4. Fábio Medeiros - FJE Açores - Ilha de São Miguel

    O Homem é dizimista por natureza, pois sempre adorará a DEUS("Verdade") ou aos deuses("pecado"), cabe a ele escolher.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.