Mensagens

O Dízimo começa por ser cada um de nós…

31 de May 2015

O Dízimo começa por ser cada um de nós…

Houve uma pessoa que atingiu este patamar. Mas, o que foi preciso fazer? Na verdade, mais do que fazer, ELE TEVE QUE SER…

Abraão era o próprio Dízimo. Mas, de onde vem esta afirmação? Ela, na verdade, é fruto de uma comparação. Pois, o que é, na verdade, o Dízimo?
Para a grande maioria, a entrega do montante do Dízimo é tudo o que ele representa, quando, na realidade, este ato é a última coisa, pois, o que realmente importa é a nossa fidelidade a Deus!

Tal como acontece num casal, o que faz o casamento permanecer é a fidelidade! E isto não só se aplica às relações sentimentais que mantemos, como existem outros exemplos que podemos ressaltar, tais como:

  • Quando podemos mentir e dizemos a verdade;
  • Quando podemos guardar mágoa e perdoamos;
  • Quando poderíamos pagar o mal com o mal, porém, pagamos com o bem;
  • Quando temos a possibilidade de falar mal de alguém que nos fez mal, mas fazemos o oposto…

Em todas estas situações ESTAMOS A SER FIÉIS, ESTAMOS A SER O DÍZIMO! E isto acontece quando a nossa própria vida reflete a prática dos princípios divinos.

Em Abraão, toda e qualquer atitude ou característica revelava que ele era fiel, mas existe um episódio que retrata bem o seu carácter de dependente de Deus, de correção e fidelidade, acima de tudo.

O seu sobrinho Ló tinha sido levado cativo de Sodoma, cidade onde habitava. Abraão partiu com 318 homens, venceu os inimigos e regressou com Ló e tudo o que lhe pertencia, são e salvo.

Entretanto, o rei de Sodoma pediu que Abraão lhe devolvesse as pessoas e ficasse com os bens, o espólio de guerra, mas, Abraão respondeu:

“Levanto a mão ao SENHOR, o Deus Altíssimo, o que possui os céus e a terra, e juro que nada tomarei de tudo o que te pertence, nem um fio, nem uma correia de sandália.” (Gn 14.24)

Abraão poderia ter tirado todos os bens materiais dos Reis que venceu, mas ele não o quis fazer, pois Abraão era o próprio Dízimo, estando a sua vida, presente, passada ou futura, inteiramente nas Mãos de Deus!

Deus é contigo, e eu também!

Bjf

previous post

31 maio

next post

01 junho


Se inscreva no Youtube

Videos mais recentes

[youtube-thumbnails]

Siga-me no Twitter


!function(d,s,id){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0],p=/^http:/.test(d.location)?’http’:’https’;if(!d.getElementById(id)){js=d.createElement(s);js.id=id;js.src=p+”://platform.twitter.com/widgets.js”;fjs.parentNode.insertBefore(js,fjs);}}(document,”script”,”twitter-wjs”);

Arquivo

Envie-me uma mensagem

[contact-form-7 id="14867" title="Contactar"]