Mensagens

O calor do “forno da vida”!

10 de Novembro 2013

O calor do “forno da vida”!

Curioso o comportamento do barro… mesmo seco, se colocado em contacto com a água, ou seja, humedecido, ele torna-se novamente maleável, pronto a ser moldado pelo oleiro…

Se o barro está húmido, ele é dobrável, maleável, não permanece na mesma forma ou posição. Para que isso aconteça, ele tem que estar seco e ele passa, então, de húmido a seco, ao ser submetido ao forno, tornando-se rígido, duro.

Infelizmente, a maioria das pessoas, que outrora tiveram a oportunidade de se libertar, nesse processo, não se permitiram permanecer “húmidas”, através da Palavra de Deus (que é como a água, que nos faz a todos ficar humedecidos e maleáveis), e ficarem como o barro, húmido, que é completamente maleável nas mãos do oleiro.

Pois, quando somos maleáveis, humildes, então, dobramo-nos, humilhamo-nos, reconhecemos as nossas limitações, falhas e o quanto dependemos de Deus. Sabemos a quê, realmente, dar valor. Você valoriza a família, a saúde, o casamento, a vida profissional, os seus estudos, em suma, todas as áreas da sua vida, mas, saiba que nenhuma está acima da sua vida espiritual, que é a sua e a minha comunhão com Deus. E é isso que o torna maleável, que, mesmo sendo dececionado, tendo problemas, sendo perseguido, bombardeado por pensamentos negativos, dúvidas, sofrendo deceções no meio dos cristãos (algo inevitável) e dos incrédulos, não o permite endurecer.

Desta forma, no calor do “forno desta vida”, no calor do “forno da perseguição”, da tentação, dos problemas, das circunstâncias adversas à nossa fé, você não fica rígido ou seco à Palavra de Deus! Pelo contrário, continua “húmido”, humilhando-se e buscando.

Já os que passam pelo processo de libertação e conversão, mas não nascem de novo e não recebem o Espírito Santo, estes, infelizmente, com o tempo, convertem-se em “maus olhos”. A humildade converte-se em orgulho, a simplicidade converte-se em malícia, a agilidade ou a disposição, convertem-se em acomodação, a coragem converte-se em medo, a certeza converte-se em dúvida, a generosidade converte-se em egoísmo… porque ninguém está livre do “forno da tribulação”, dos problemas, das tentações, das perseguições… ou será que algum cristão está livre de tais “fornos” ou deste “calor” nesta vida? Claro que não!

Mas, quando você está “humedecido”, então, continua maleável nas mãos do Oleiro, e Ele molda-o, fazendo-o superar as tentações, os problemas, os maus pensamentos, as deceções, ou seja, absolutamente tudo e qualquer coisa que você venha a enfrentar nesta vida!

Seja sincero: você está “ressequido” ou “maleável”?

Faça uma lista de tudo o que tem endurecido o seu coração quando você interage com a Palavra de Deus:

– Em casa
– Na sociedade
– na Igreja
– Na escola/universidade
– Nas amizades
– Etc.

Depois, humilhe-se, reconheça que você precisa de mudar e MUDE SENDO MOLDADO, pois a sua vida espiritual depende disso!

“… eis que, como o barro nas mãos do oleiro, assim sois vós na Minha Mão…”
(Jr 18.6)

Te vejo na IURD, ou nas Nuvens!
Bjf

Anterior

09 de Novembro

Seguinte

10 de Novembro


5 comments
  1. Fábio Medeiros- FJE Açores

    "Aquele, entretanto, que guarda(consideração) a sua palavra, Nele, verdadeiramente, tem sido aperfeiçoado o amor de DEUS". 1 João 2:5 Quando estamos na Fé("barro húmido", a nossa Vida espiritual se renova dia a dia.

  2. Gabriela Amilca

    Eu cliquei em aprendi algo,mas eu não aprendi somente algo,entretanto tirei algo que jamais em tempo algum irei me esquecer obrigada bispo Julio e que o senhor seja mais abençoado e vai ser, pois agora incluirei o nome do senhor em minhas orações.

  3. Marcia

    Todos somos barro, como não nos inclinarmos diante de Deus, reconhecendo a necessidade dEle em todos os nossos caminhos.Um dia todos hão de inclinar-se diante dEle, melhor que seja com um coração voluntário.

  4. Neirity Isabel - FJ Reboleira

    Boa noite senhor Bispo! Esta comparação que Deus faz entre o barro e aqueles que O buscam, é bastante clara, simples, de fácil percepção e objectiva: quando achamos que sabemos tudo, para Deus, nós não sabemos absolutamente NADA! Quando achamos que somos alguém, para Ele nós não passamos de um grão de areia! Por isso é importante reconhecermos que precisamos SEMPRE da ajuda do nosso Pai para alcançar e tomar posse tanto das coisas materias como das espirituais, e que NADA SOMOS, NEM SERÍAMOS SE NÃO FOSSE A MÃO PODEROSA DE DEUS NA NOSSA VIDA, que nos deu e continua dando a cada minuto a oportunidade de sermos mais e melhor...MAS, é imprescindível que nos mantenhámos REDUZIDOS Á NADA diante de Deus, pois da mesma forma que Ele é Misericordioso, também é Justo e tem o poder de nos dar, mas também de tirar! PORQUE AS NOSSAS "CINCO" VIDAS(espiritual,familiar, sentimental, fisica e financeira) NÃO NOS PERTENCEM, MAIS SIM A DEUS QUE APENAS NOS EMPRESTA E A NOSSA OBRIGAÇÃO É CUIDAR DELAS E SERMOS SEMPRE GRATOS E VOLTARMO-NOS SEMPRE PARA AQUELE QUE NOS-LAS CONCEDEU! Mais uma vez, agradeço por este estudo...e "iniquos" são realmente aqueles que não conhecem, e aqueles que mesmo estando do lado de dentro, não valorizam o trabalho do Centro de Ajuda! Deus o abençoe!

  5. João Marques (Portugal)

    Muito bom este estudo. Obrigado bispo Julio.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.