Blog Destaque Mensagens

Frustrações vs Revolta

1 de Dezembro 2020

Frustrações vs Revolta

Existem dois tipos de frustração: aquela que leva ao desânimo e aquela que leva ao incômodo. Quando não se crê na promessa de Deus, a tendência é desanimar, mas para quem crê na promessa de Deus a frustração leva ao incômodo.

Foi o caso de Abraão. Ele estava frustrado (incomodado) com o fato de ainda não ter visto a principal promessa de Deus se cumprir na vida dele. Então, reagiu e cobrou de Deus o que faltava.

Das sete promessas feitas a Abraão, seis já haviam se cumprido. Porém, faltava aquela que lhe daria condições de se tornar uma grande nação.

Quando Abraão reagiu àquela frustração, Deus também reagiu confirmando a promessa.  E quando ele perguntou o que faria para ter a garantia de que tomaria posse daquela promessa, Deus o mandou sacrificar (Gênesis 15:8,9). Pois o sacrifício é a garantia do cumprimento da promessa!

Essa é a única maneira de acabar de vez com a frustração. Foi assim com Abraão, e assim também foi com o Bispo Macedo.

A Igreja Universal nasceu de uma frustração.  Na verdade, foram várias, desde rejeição até humilhações. Porém essas frustrações não geraram nele desânimo.  Pelo contrário, geraram incômodo e revolta. Afinal, é isso que a frustração gera em quem crê na promessa!

No caso do Bispo, o limite da frustração dele aconteceu quando a filha Viviane nasceu com lábio leporino. A má formação congênita gerou nele incômodo e revolta, e o levou a uma atitude que colocou um fim em todas as suas frustrações, e fez nascer a Igreja Universal.

Ou seja, a frustração na vida de quem crê nas promessas de Deus é combustível para sua fé!

Tenho certeza que aqueles que ainda não receberam o Espírito Santo serão incomodados a isso e despertarão para essa fé!

 

Bispo Cláudio Lana


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.