Mensagens

Capacidade de se doar

18 de Abril 2014

Capacidade de se doar

“Crescer profissionalmente, não é crescer economicamente e sim em experiência, criatividade, solidez e alegria.”

Fama, projeção social e dinheiro, muito dinheiro… infelizmente, neste mundo, ter muito dinheiro é o sinal incontestável de sucesso! Por este motivo, muitos sonham com ele, desejam-no, perseguem-no e chegam a fazer de tudo, por vezes até a vender a sua própria alma para o alcançar.

E entendem isto como crescer profissionalmente, tornando-se cegos para o que é mais importante. E o que é mais importante? Será que evoluímos quando temos mais dinheiro no bolso? Ou quando passamos por frustrações e obstáculos e superamo-los? Quando usamos as nossas capacidades e encontramos soluções que funcionam? Quando desenvolvemos e cimentamos os nossos conhecimentos? Ou quando nos sentimos realizados naquilo que fazemos, ajudando outros no processo?

Já alguma vez se questionou por que motivo dizem que o dinheiro não traz felicidade? Porque o seu maior legado não é a quantidade de dinheiro que você é capaz de gerar e sim a sua capacidade de se doar.

Por isso, o crescimento profissional raramente significa crescer economicamente, ou seja, ter mais dinheiro e este crescimento profissional, normalmente, nunca vem só! Ele faz-se sempre acompanhar da dádiva, da experiência, da criatividade, da solidez e da alegria, pois estes são os sinais incontestáveis de que a sua evolução é completa e duradoura!

Te vejo na IURD, ou nas Nuvens!
Bjf


24 comments
  1. Eliete Silva - São João Estoril

    Numa guerra não adianta ter muitas armas e não saber usa-las. O mais importante é usar aquilo que sabemos na altura certa e com a sabedoria de Deus.

  2. Cesária Silva - São João Estoril

    Crescer profissionalmente implica dedicação, esforço, criatividade. Implica que eu cresça como pessoa, desenvolvendo o meu próprio eu. O crescimento económico pode acompanhar o crescimento profissional, pois, quanto mais eu me desenvolvo mais valor tenho. No entanto, tanto um como outro tem de ter sempre por base a presença de Deus e a nossa entrega para com Ele para que a felicidade seja completa. Sem Deus tudo o que se conquista é vazio.

  3. Saturnino Sousa S, João do Estoril.

    Eu trabalho hoje com um objectivo principal , que vencendo os obstáculos e as dificuldades , e dando o melhor de mim , eu mostre para todas as pessoas o que eu tenho recebido de DEUS força , coragem e os ensinamentos dados pelos seus servos ...

  4. Rosangela Gomes São João do Estoril.

    O sucesso financeiro e muito importante, porem se não estivemos alicerce,e sabedoria divina podemos por tudo perder. Devemos ter o prazer de dar, porque antes recebemos.

  5. Olga Santos - São João Estoril

    Boa noite, devemos ir em busca de uma vida profissional de sucesso, porém não esquecendo, que se não fosse a sabedoria de que adquirimos de Deus, saúde e forças, nunca poderíamos alcançar os nossos objetivos.

  6. Paulina Tavares - São João Estoril

    Boa noite, o crescimento Profissional não depende apenas de ir em busca de dinheiro, mas de adquirir conhecimentos, experiência, e sabedoria com o mesmo, passando as vezes necessariamente por dificuldades e problemas, que serve para os superarmos.

  7. Palmira Vaz - São João Estoril

    Realmente, é importante darmos o que recebemos, o que recebo eu tenho desejo em passar para outras pessoas. Nós que somos evangelistas,temos que ter esse desejo dentro de nós.

  8. Luis Matos - São João do Estoril

    É verdade, a noção de sucesso está deturpada na sociedade. O que mais realiza é vencer os obstáculos e não apenas a vitoria sem mérito. Muito inspiradora esta mensagem.

  9. Isabela Samara - São João Estoril

    Boa tarde, o que mais observamos hoje em dia, é principalmente a busca incansável de uma vida financeira bem sucedida, e de dinheiro. É ERRADO? NÃO! Mas muitas pessoas, têm se esquecido de DAR o que receberam de Deus a outras pessoas, focando-se apenas em si mesmas e no seu sucesso. E o nosso objetivo como servos de Deus, tem que ser esse o de levar as boas novas aos que sofrem!

  10. Denise Raposo - São João do Estoril

    Boa tarde Bispo, Esta mensagem é bastante esclarecedora e importante, e a maior importância de um ser humano tem que ser em dar, em doar o que temos de mais precioso, que é vida a que Jesus nos deu.

  11. Vera Santos - Luxemburgo

    Nada nos traz mais alegria do que vermos que somamos na vida das pessoas ao nosso redor. Pois quando nos doamos, mesmos que em nós não haja o desejo de receber nada em troca, automaticamente recebemos pois como esta escrito. "quem dá recebe." E isso sim é felicidade o resto é tudo vaidade.

  12. Fabiana FJE Alcobaça

    Boa tarde, o dinheiro não é tudo! Nós é que temos a capacidade e a inteligência para o gerir. Temos é que nos preocupar com a nossa mente e ter profissionalismo, só depois é que vêm as conquistas profissionais. Deus o abençoe.

  13. Cláudia - FJE Marinha Grande

    Boa noite Bispo, infelizmente o que mais vemos neste mundo são pessoas que fazem do dinheiro o seu deus. Sem pensarem em meios para chegar aos seus fins, como quando vendem as suas próprias almas para terem os seus próprios negócios sem nem saberem o que isso um dia mais tarde lhes custará se realmente não se arrependerem. E o qe adianta ganhar o negócio e ter muito dinheiro se não soubermos gerir? Por isso primeiro temos que saber gerir no pouco para depois saber gerir no muito.

  14. Igor - FJE Marinha Grande

    Boa noite Sr Bispo, infelizmente é verdade as pessoas querem ter muito dinheiro sem saber gerir o pouco. É melhor crescer primeiro profissionalmente e depois financeiramente, do que crescer logo fincanceiramnete, sem ter crescido profissionalmente, pois à minima provação não conseguem vencer.

  15. Sandrina - FJE Marinha Grande

    Boa noite Sr Bispo, a respeito deste tema eu penso que as pessoas iludem-se facilmente a pensar que por terem dinheiro cresceram profissionalmente porém a prova de não terem crescido profissonalmente é que se formos a analisar o ser delas são pessoas com frustrações, depressões com problemas pois o dinheiro não é tudo.

  16. Catia Guerreiro - FJE Marinha Grande

    Boa noite. Devemos saber gerir pouco dinheiro para saber gerir o muito. Por isso é importante desenvolver as nossas capacidades, aprender a ultrapassar as dificuldades para podermos crescer na carreira. Quando há esse crescimento consequentemente acontecerá o sucesso econômico. Isso é o que eu creio.

  17. Rute Fernandes - FJE Marinha Grande

    Boa noite Sr. Bispo, é verdade que quando se fala em crescer profissionalmente automaticamente se associa ao ter mais dinheiro. No entanto, como o Sr Bispo disse, não é isso que é crescer profissionalmente mas sim ganhar mais experiência, ir aprendendo a cada dia que passa, ir evoluindo. Passar por dificuldades e obstáculos e superá-los e sermos realizados no que fazemos.

  18. Micael Ferreira - FJE Alcobaça

    Boa noite, não podemos soberbos na conquista em dinheiro se não temos capacidade de gerir. Toda a experiência conta para que se cresça profissionalmente, para que se todo se mantenha duradouro. Deus abençoe e até uma próxima.

  19. Vitor Rodrigues Nunes

    Com certeza bispo, mas principalmente solidez,por que vemos muitas pessoas não se solidificando no seu trabalho ou evoluindo naquilo que desempenha... Deus abençoe a IURD Portugal !!!

  20. Beatriz Ramos FJE Alcobaça

    Sim é verdade muitas pessoas lutam só por dinheiro não se tão na preocupar consigo ou com outros problemas e como os resolver

  21. Filipe Pereira - FJE Barreiro

    É muito forte esta publicação! realmente podemos ver que os mais "prósperos ou famosos" muitas das vezes são os primeiros a cometerem suicídio. E lá vem a questão que todos fazem porque esse "Ator, cantor, artista etc..." se suicidou s eles tinham tudo? Quando a pessoa chega ao ponto de tirar a sua própria vida é porque ela não tem estofo ou experiência e acaba por achar o caminho mais "fácil" porque todo o seu dinheiro nunca lhe deu capacidades de vencer qualquer obstáculo mais chato na vida e é vivendo o dia a dia que nos fazemos mais firmes e fortes e mais experientes para as situações da vida! Crescer financeiramente pode demorar 2 segundos, basta fazer negocio certo! Crescer profissionalmente leva anos, pois todos os dia aprendemos algo!

  22. Joana Custódio - FJE Alcobaça

    Bom dia Bispo, quando se referem a crescer profissionalmente significa a nível psicológico, porque não adianta termos bastante dinheiro e sucesso, mas não termos cabeça para os gerir. Por isso devemos procurar crescer mentalmente, ter uma mente aberta e, só depois, preocuparmo-nos com as conquistas profissionais. Que Deus o abençoe.

  23. Jailson Pereira - FJE Barreiro

    Muito se fala do crescimento profissional , e normalmente as pessoas pensam erroneamente que isso significa obrigatoriamente evolução a nível econômico . Obviamente que o crescimento econômico , deve acompanhar o crescimento profissional , mas isso vai muito para além do dinheiro . Há um conjunto de coisas que se recebe , só pelo facto de se investir na vida profissional . Quanto mais nos damos para algo , mais recebemos . É a lei da acção reacção .

  24. João Marques (Portugal)

    Gostei imenso desta publicação. Para quê ser empresário, ganhar muito dinheiro e no fim ser frustrado com o trabalho que faz? É claro que, se a pessoa conseguir associar a satizfação e a realização no trabalho com o sucesso economico será melhor ainda. Entretanto há profissões que essa associação é pouco viável. Por exemplo o caso do astronauta, o tempo que ele dispensa em treinos e preparação não permite que ele se dedique à gestão de uma empresa espacial. Há outros exemplos, como por exemplo aquela pessoa que se dedica a fazer pesquisa cientifica, este tipo de pessoa tem normalmente uma vocação elevada para desempenhar a sua profissão, mas pouca vocação para fazer a gestão de uma empresa. Claro que há excepções.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.