Mensagens

CANSADO-acomodado versus CANSADO-revoltado

14 de Dezembro 2012

CANSADO-acomodado versus CANSADO-revoltado

CANSADO-acomodado (aprendeu a sobreviver: doente, solitário, viciado, traumatizado, endividado, deprimidos, na miséria, complexado, tristes, frustrados…)

Dizem que o ser humano habitua-se a qualquer coisa… o que, se observarmos à nossa volta, não deixa de ser verdade, já que o que mais vemos são pessoas a viver nas condições mais difíceis e a suportá-las com a maior ‘naturalidade’ do mundo. Mesmo diante de um sofrimento insuportável, elas mostram-se relativamente serenas, mas porquê? Porque, de uma forma inexplicável, aprenderam a aceitar a sua condição, tornando-se oficialmente acomodadas. O problema é que, com o tempo, esta acomodação dá lugar a duas coisas, uma das quais pode ser muito perigosa para a pessoa em questão, que é o CANSAÇO.

Os principais sinónimos de cansaço são fadiga, fraqueza, ou seja, falta total de iniciativa ou incentivo para o alcançar de qualquer objetivo. Quando a pessoa se torna um CANSADO-acomodado é porque aprendeu a sobreviver e desistiu de tentar viver, por vários motivos: porque acha que não merece, que não consegue, que não tem valor para tal, que é o seu destino ou que foi a sorte que lhe calhou na vida…

Para o CANSADO-acomodado, a maior alegria ou sensação de realização é chegar ao final de mais um dia sem dores… com a dose de que precisa… com uma parcela da dívida paga… ou seja, com o suficiente e nunca com a abundância ou a totalidade.

VERSUS

CANSADO-revoltado (não aceita o que é mau, injusto, errado, prejudicial, vergonhoso!)

E o que é mau, injusto, errado, prejudicial ou vergonhoso na vida de uma pessoa revoltada? Tudo aquilo que esteja presente e que não devesse lá estar. Como assim? A doença, a solidão, os vícios, o trauma, o complexo, a dívida, a depressão, a miséria, a tristeza, a frustração… ou seja, todos os elementos com que nos habituamos a conviver e a tratar com tanta deferência, que aprendemos a temer, na verdade, não deveriam estar na nossa vida. Não! Não é natural ou normal! E é este segredo que o CANSADO-revoltado conhece, aliás, ele não conhece outra verdade.

A grande diferença entre o CANSADO-acomodado e o CANSADO-revoltado é que o primeiro tem consciência da realidade em que vive, mas acredita que nada pode fazer para modificá-la e já o segundo é um inconformado por natureza, pois, mesmo conhecendo a sua realidade não a aceita, ainda que desconheça a forma eficaz de alterá-la. No entanto, a sua mente é irrequieta, está em constante revolução, sempre em busca de uma solução, de uma resposta para a situação em que ele está a viver.

Para o CANSADO-revoltado, a maior tristeza é chegar ao fim de mais um dia e ver que tudo se encontra na mesma, pois uma simples melhoria não é suficiente, ele quer a mudança total, radical, não se contentando com menos do que isso. A sua única alegria será o dia em que a transformação total ocorrer, não deixando margem para dúvidas, seja para ele e para todos os que o rodeiam.

Te vejo na IURD, ou nas Nuvens!

Anterior

13deDezembro

Seguinte

14deDezembro


5 comments
  1. João Marques

    O que determina o grau de acomodação é o resultado que a pessoa obtém, é a evolução ou amarração que existe na vida da pessoa. As pessoas têm pensado que pelo facto de serem activas dentro de uma instituição religiosa deixam de estar na condição de acomodado. Por isso a religião tem sido usada para camuflar a acomodação das pessoas. Temos que usar a inteligência. Deus disse a Moisés: "Então disse o SENHOR a Moisés: Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem." Êxodo 14 : 15

  2. jane(Cenacúlo Del castilho)

    temos que nos revoltar e partir para o tudo ou tudo.

  3. Sara Lopes

    SARA LOPES ( Beja) 14 de Dezembro de 2012, 21:43 A nossa vida mostra oque somos se revoltados ou acomodados, porque o revoltado tem resposta e o acomodado só assisti.

  4. vanda de oliveira vaz

    ´E UM FATO, QUEM QUISER SE ACOMODAR SE ACOMODA, CASO CONTRÁRIO ELA PRECISA FAZER ALGUMA COISA, VENCER SEUS LIMITES, SUPERAR-SE.

  5. Carlos Correia

    A pior coisa é a pessoa se acomodar. O revoltado ou seja aquele que não aceita a derrota é uma pessoa irrequieta,porque não está satisfeita. Esse sempre foi o meu conceito,nunca em situação alguma deixar de lutar pelos meus sonhos e penso que é isso que nos faz lutar com mais força e vigor e nos sentirmos vivos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.