Audios

O preço da alegria

23 de Junho 2015

Deus é contigo e eu também!

Bjf

Anterior

23 junho

Seguinte

24 junho


10 comments
  1. Estevão Santos - Lisboa

    Infelizmente hoje muitos por causa do orgulho, do seu "eu", acabam por continuar tristes porque carregam dentro de si um peso, um grito de socorro, mas por falta de sinceridade ela não consegue se livrar disso, mas quando ouvimos e decidimos obedecer a voz do Criador através de um arrependimento sincero essa tristeza se converte em Alegria.

  2. Vinicius

    Nossa muito forte bispo!!!

  3. Clayton Silva

    Boa tarde bispo Júlio e á todos. Não há maior alegria de se reconhecer erros, falhas e pecados e uma vez arependido e conversado seus pecados haverá gozo alegria que traz paz em nossa alma. Só tenho a agradecer pela vóz do Espírito Santo que nos leva ao arrependimento é que nos torna uma nova criatura. Saudações. Atenciosamente.

  4. Carla - Malta

    Somente aqueles que verdadeiramente creem na vida eterna, estão aptos a sacrificar e a fazer o que for necessario , para alcancar o maior Galardão. A primeira coisa é odiar tudo aquilo que nos afasta Dele: pecado, a nossa carne e vontades. Ainda que custe, nao seja facil renunciar, é a unica forma de recebermos Salvação. Com Deus o que "doi" agora torna-se a nossa alegria amanha e para sempre.

  5. Pedro - Malta

    Muito forte Bispo Julio o arrependimento regenera uma nova vida , porem isso exige total entrega SACRIFICIO. Paulo disse que nada de bom havia em sua natureza carnal (Romanos 7:18). Como o sr. falou nao basta sentir remorso tem que haver odio pelo erro cometido total abandono do mesmo. Para que a maior alegria tome conta do nosso ser " ALEGRIA DA SALVACAO".

  6. Filipe Silvestre - Cascais

    Boa tarde bispo. Como disse é necessário termos ódio pelo pecado, por tudo aquilo que nos afasta de Deus. E esse ódio, não é apenas saber que aquilo é mau e dizer que não gostamos é preciso ir muito além. Se o pecado não fosse bom, ninguém o cometeria, então é necessário que alimentemos um sentimento de nojo para com o que nos afasta de Deus, pensar na dor e na vergonha que é estar diante de Deus, sujo pelo pecado cometido. Mas não basta saber dizer não ao mal, é preciso desviarmos o nosso caminho dele. Se por exemplo eu sei que estar ao pé de muitas mulheres e flertar com elas me leva ao pecado, então por mais forte que eu seja, se eu estiver ao pé delas vou cair. Então é preciso fugirmos de situações em que a nossa fraqueza esteja exposta. E claro isso causa dor, porque fazemos coisas que não gostamos, mas mais tarde causa uma alegria muito maior e permanente. A da salvação, a alegria da certeza que vamos estar diante de Deus salvos!

  7. carmem/Roma

    A alegria do Senhor è a nossa força...DEUS nos da o livre arbitrio, so depende di nòs mesmo odiar o pecado .Quando o pai fala pro filho ainda criança : filho,nao coloca a mao no fogo!!tu vai ti queimar!!!,mesmo assim criança que ver se è verdadi ate se queimar ,dai chora e aprende que è verdadi o fogo queima ,a criança vai aprendendo o certo e o errado.. Na igreja nao è diferente os homens di DEUS ensinam o certo e o errado ,luz e trevas..la fora que esta a prova di fogo e as desiçoes è nossa..tem uma passagem na biblia da mulher samaritana JESUS; disse mulher vai e nao peques mais! ela era ja conciente que o que fazia era pecado e dependia dela abandonar e sacrificar a sua vontade,àgua da vida Ele ja tinha a dado a ela..Pra ter a vida eterna e a alegria, ELA tinha que odiar o pecado ..esse è o preço da verdadeira alegria!!! obrigado BISPO

  8. Alysson

    Bom dia bispo... "Sei" de todas estas coisas... Estou na IURD à 15 anos.. Já confessei meu pecado.. Até já abandonei por um tempo... Mas não consigo necessariamente odiá-lo... E acabo voltando para as mesmas práticas... Bispo me ajude... Quero verdadeiramente me arrepender e abandonar tudo... Mas como o porquinho que o dono o lava e o deixa limpinho, ao solta-lo ele volta para lama, assim tenho sido eu.. Me ajude por favor!

  9. Andreia Nova-FJE Olhao

    verdade bispo para que possamos receber a alegria da salvação , é necessário haver o arrependimento sincero que é reconhecer e renunciar, abandonar definitivamente o erro . E doi ver o que somos de Verdade, mas quando ha desejo sincero de de entregar 100 p cento, deixamos tudo o que Deus despreza. E nos deixamos ser moldados por Ele. Há conversão.

  10. Fábio Medeiros - FJE Açores - Ilha de São Miguel

    Bom dia sr.Bispo, "E, se Cristo não ressuscitou, logo é vã a nossa pregação, e também é vã a vossa fé." 1Coríntios 15.14 (ACF) Para DEUS e para Seus filhos não adianta o sucesso físico, se não houver o sucesso espiritual.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.